top of page
Buscar

Diretor-Presidente do SIMDE participa da 4ª Oficina de Instrumentação e Inovação do CBPF


Da esquerda para direita: Marcelo Bortolini – Diretor de Desenvolvimento Científico e Tecnológico da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP); Paulo Alvim - Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI); Márcio Portes – Diretor do CBPF; Jerson Lima – Presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Rio de Janeiro (FAPERJ); Carlos Erane de Aguiar – Vice-Presidente da Firjan e Diretor-Presidente do SIMDE.

Na sexta-feira, (18/11), a 4ª Oficina de Instrumentação e Inovação (O2I) do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF) encerrou sua programação com uma mesa de debates sobre como a ciência pode induzir a inovação no país e o papel estratégico do Estado Brasileiro, que contará com a presença de líderes do governo, de organizações de fomento, de instituições de pesquisa e de empresas.


Estiveram presentes no evento o Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), Sr. Paulo Alvim; Sr. Jerson Lima – Presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Rio de Janeiro (FAPERJ); Sr. Carlos Erane de Aguiar – Vice-Presidente da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) e Diretor-Presidente do SIMDE; Sr. Márcio Portes – Diretor do CBPF e Sr. Marcelo Bortolini – Diretor de Desenvolvimento Científico e Tecnológico da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP).


O último dia do evento também inclui palestras com o tema “Inovação Deep Tech no desenvolvimento do estado do Rio de Janeiro”. A ideia dessa 2ª rodada de palestras é a apresentação da Inovação Deep Tech por empresas que fazem P&D e organizações de Ciência.


A 4ª O2I teve início na quarta-feira, 16/11, com a oferta de dois minicursos: Formação Complementar com Ações de Inovação com Origem na Ciência, Data Science, Instrumentação Científica, Formação em Inovação e Empreendedorismo com Origem na Ciência.


No segundo dia do evento, 17/11, houve a abertura oficial pelo diretor em exercício do CBPF, Márcio Portes de Albuquerque; em seguida, o co-anfitrião do evento e coordenador do NIT Rio, o tecnologista do CBPF Marcelo Portes de Albuquerque, apresentou o tema Instrumentação e Inovação. O programa do dia continuou com diversas palestras apresentadas por pesquisadores e tecnologistas do CBPF que tiveram como objetivo mostrar atividades de P&D que vêm desenvolvendo e as oportunidades de inovar ou de se relacionar com a indústria.


A programação do dia se encerrou com uma sessão de 25 pôsteres de autoria de pós-graduandos do CBPF em colaboração com outros centros de pesquisa, universidades e empresas, em que foram premiados os 3 trabalhos de maior destaque.


Fonte: Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF)

33 visualizações0 comentário
bottom of page