top of page
Buscar

SIMDE participa de Seminário Defense & Security Tech Day, em Manaus


General Duizit Brito, Diretor de Relações Institucionais do SIMDE

Entre os dias 9 e 10 de julho, o Sindicato Nacional das Indústrias de Materiais de Defesa (SIMDE) marcou presença no Seminário Defense & Security Tech Day, o evento que tem como objetivo principal apresentar as oportunidades de negócios no setor de defesa, a partir do Polo Industrial de Manaus, foi realizado na Escola Superior de Tecnologia da Universidade do Estado do Amazonas (EST/UEA).

 

A abertura do evento, realizado em parceria com o Centro das Indústrias do Estado do Amazonas (CIEAM), contou com uma palestra do reitor da UEA, Prof. Dr. André Zogahib, que abordou o tema “Inovações na segurança pública – tendências urbanas.”


Imagem: UEA

A Agência de Inovação da UEA está promovendo a programação do seminário que tem como iniciativa diversificar a matriz econômica do Amazonas através da Base Industrial de Defesa do Brasil (BID). Além disso, o evento envolve o setor produtivo e participantes ligados à Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) na região, atraindo um interesse significativo do público local.

 

Durante o primeiro dia de evento, foi realizada uma apresentação sobre a Base Industrial de Defesa no Brasil, ministrada pelo Diretor de Relações Institucionais do SIMDE, General Duizit Brito, que também representou a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (FIRJAN). Duizit esteve representando o Diretor-Presidente do SIMDE, Carlos Erane de Aguiar, 2º vice-presidente da FIRJAN e diretor da FIESP.

 

Durante sua apresentação, Duizit enfatizou que o Brasil possui competências tecnológicas significativas para resolver desafios complexos, tanto na área militar quanto em outros setores, como saúde e segurança pública. Além disso, aproveitou para reforçar a necessidade contínua de investimento em pesquisa e desenvolvimento para sustentar o crescimento e a inovação dentro da indústria de defesa nacional. Esses investimentos não apenas fortalecem a capacidade de defesa do país, mas também impulsionam a economia e promovem o desenvolvimento tecnológico sustentável.

 

O seminário continuou com uma série de apresentações ao longo dos dois dias de evento, abordando questões como segurança cibernética, avanços tecnológicos e como as indústrias locais podem se integrar melhor no contexto da defesa nacional. Os participantes aproveitaram para compartilhar experiências, descobrir novas tecnologias e explorar possíveis colaborações futuras.

 




22 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page