top of page
Buscar

O SIMDE faz parte do trabalho multi-institucional, reconhece o Presidente da AEB



Neste domingo (19/03), o Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) do Programa Espacial Brasileiro lançou o foguete sul-coreano HANBIT-TLV, marcando o início de um novo capítulo para a indústria espacial brasileira. Este foi o lançamento de número 500 do CLA e levou a bordo carga útil desenvolvida 100% no Brasil, em um voo que durou 4 minutos e 33 segundos.


A operação, denominada Astrolábio, é fruto da parceria entre o Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) e a empresa sul-coreana INNOSPACE. Segundo o Chefe do Subdepartamento Técnico do DCTA, Brigadeiro Engenheiro Luciano Valentim Rechiuti, a operação demonstra a capacidade nacional em desenvolver tecnologias espaciais e lançar foguetes.


O presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB), Carlos Augusto Teixeira de Moura, comemorou o lançamento e destacou que o CLA foi projetado para abrigar não só o Programa Espacial Brasileiro, mas também outros operadores. O Diretor-Geral do DCTA, Tenente-Brigadeiro do Ar Maurício Augusto Silveira de Medeiros, afirmou também que a Operação Astrolábio mostrou ao Brasil e ao mundo a capacidade do CLA, que será ainda mais ampliada com a construção do Centro Espacial de Alcântara (CEA).


O lançamento do foguete sul-coreano representa um importante marco para a indústria espacial brasileira, mostrando que o país tem potencial para se destacar no mercado internacional de transporte espacial. Além disso, destaca-se o trabalho multi-institucional do Sindicato Nacional das Indústrias de Materiais de Defesa (SIMDE) com o projeto, e com a área de defesa como um todo. O Programa Espacial Brasileiro espera continuar investindo em tecnologias espaciais e fortalecer parcerias com outras nações para impulsionar o desenvolvimento do setor no país.


Acesse aqui o vídeo completo com os bastidores da Operação Astrolábio.


Fotos: Sargento Frutuoso/DCTA


Vídeo: Suboficial Linares /DCTA e Sargento Lucas Nunes /CECOMSAER




20 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page